Meu eterno pai

Marco Brasil

 

 

Caminhando ao seu lado eu me lembro ainda pequeno

E mostrando os bons caminhos, naquele seu jeitão sereno

Quantas vezes me pegou para a vida me explicar

E eu ouvi os seus conselhos,

E até o seus olhos vermelhos muitas vezes eu os vi chorar

 

Sempre prestei atenção

Pois eu sabia que tudo que você me dizia

Saia desse coração

Muitas vezes eu errei, eu juro eu me enganei

Pensando em fazer o certo

Mais pode saber, quando errei

Foi porque eu não achei, você meu velho, por perto

 

Quantas vezes me castigou, com seu coração apertado

Hoje eu sei que tudo que fez

Foi pra que eu nunca seguisse o caminho errado

Ei, você foi e será um amigo

Um amigo que só o espelho consegue pra gente mostrar

Porque até hoje eu me vejo diante daquele espelho

E até os meus olhos vermelhos me fazem te recordar

 

Quantas vezes galopamos por esses campos a fora

Conversando de negócios, como se eu fosse seu sócio

A gente passava horas, aquilo tudo pra mim era como se fosse uma escola

Meu pai, eu podia me estende aqui, falando de você, horas, dias, meses e anos

Juro que eu ia achar palavras pra te falar

E nesse seu dia meu pai, eu te dou um forte abraço

Como se fosse de outrora, pois você foi, e será

O meu eterno herói, pela minha estrada a fora

 

TE AMO MEU PAI

 

Mais letras pai...

 

Compartilhar

 

Enviar letra