Mamãe (La mama)

Agnaldo Timóteo

(Charles Aznavour / Robert Gall / Vs.: Nazareno de Brito)

 

 

O véu da noite vai chegar e docemente vai nublar

Os olhos meigos de mamãe

 

Que vendo a vida se apagar

Que tendo amor a transbordar

Repete ainda uma oração

Tremendo os lábios de emoção

 

Ao ver que estou a soluçar e uma lágrima rolar

Me pede cheia de ternura que lhe dedique uma canção

Ai mamãe

 

Vejo em teu rosto angelical

Que Deus a chama Para si

Me castigando

Ai mamãe

 

Santa Maria envolverá com Sua luz celestial

E a voz de um anjo cantará a sua Ave-Maria

Ave-Maria

 

Há tanto amor

Tanta bondade em teu viver

Oh mamãe

 

Enquanto a vida em mim florir

Tua lembrança há de existir

 

Hás de seguir sempre ao meu lado

Enquanto eu vivo

Oh mamãe

 

Quando chorar

Quando sorrir

Relembrarei

Ai mamãe

 

E jamais, jamais, jamais

Te afastará

 

 

 

 

Mais letras mãe...

 

  Compartilhar

 

Enviar letra